Desenvolvimento

Colaboradores aprofundam conhecimento sobre Ecossistemas de Inovação

Capacitação pretende fortalecer as ações relacionadas ao tema junto às micro e pequenas empresas em Alagoas

Para aplicar, de forma mais assertiva, as ações e soluções de inovação realizadas pelo Sebrae em Alagoas, deu-se início, nesta terça-feira (4), a capacitação e repasse de Ecossistemas de Inovação, na sede do Sebrae, em Maceió. Foram dois dias de imersão para apresentar aos colaboradores, fornecedores e agentes locais de inovação a metodologia desenvolvida pela Fundação Centro de Referência em Tecnologias Inovadoras (CERTI).

"A nossa intenção é promover o máximo de disseminação do conhecimento sobre como modelar o ecossistema de inovação para sermos agentes transformadores, impulsionando esse desenvolvimento para o bem do estado de Alagoas", explica Danisson Reis, analista da Unidade de Soluções e Educação Empreendedora do Sebrae.

Esse procedimento teve início em um processo de mapeamento, atentando-se para os três pontos: vocação, oportunidade e potencial. Será também desenhado um mapa de atores locais e a partir disso a construção de ações que visem o desenvolvimento territorial com foco nas áreas prioritárias do estado de Alagoas

A abertura da capacitação contou com a presença de Vinicius Lages, diretor técnico do Sebrae em Alagoas. "Sabemos da importância desse movimento e estamos, com essa capacitação, construindo uma priorização. Com o entendimento desse desafio, podemos desenhar o processo e entregar bons resultados e melhorar a integração", destaca Vinicius Lages.

"Através da metodologia em questão, pensamos no desenvolvimento local a partir de uma abordagem de inovação, envolvendo todos os atores que fazem parte desse mecanismo", afirmou Krishna Faria, colaborador da Unidade de Inovação do Sebrae Nacional, que também esteve presente na capacitação.

“Após a capacitação iremos sensibilizar os atores e realizaremos um workshop geral para validar quais as vocações e os potenciais e assim produzir um plano de ação”, aponta Vitor Pereira, gerente do Escritório Regional do Sebrae em Delmiro Gouveia, pois será, junto com Maceió, a região atingida inicialmente.

“Este é um trabalho em conjunto. Estamos aprendendo para disseminar com as Instituições de Ciência e Tecnologia (ICT) e com isso envolver todos os responsáveis pelo processo de inovação em Alagoas”, informa Fábio Rosa, coordenador dos Agentes Locais de Inovação (ALI) e gerente adjunto da Unidade de Relacionamento Empresarial do Sebrae.

“Esse processo é exatamente para ensinar como mapear o ecossistema de inovação dos municípios. Além disso está diretamente ligado a atuação em políticas públicas no viés de formular política de inovação nos territórios e assim estimular soluções inovadoras para melhorar o cenário local”, afirma Renata Fonseca, gerente da Unidade de Políticas Públicas do Sebrae.