Gestão de Pessoas

Participantes do Programa de Jovens Aprendizes do Sebrae Alagoas celebram encerramento de ciclo

Alguns dos participantes do programa estão motivados e passaram a tirar projetos de empreendedorismo do papel

Para celebrar o sucesso de mais um ciclo do Programa de Jovem Aprendiz, o Sebrae Alagoas realizou na manhã da última segunda-feira (22), em sua sede, em Maceió, um encontro com jovens participantes da iniciativa. A confraternização foi marcada pelo compartilhamento das experiências vividas por eles no programa, os principais desafios superados, os aprendizados e as expectativas deles para o futuro e no mundo do trabalho.

O ciclo do programa iniciado em 2019, que teve como agente de integração o Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE), ainda permitiu que os jovens fizessem cursos de logística e arco administrativo. Os jovens desenvolveram trabalhos na Secretaria de Eventos e Unidade de Gestão Financeira (UGF) do Sebrae e hoje já vislumbram uma carreira de sucesso.

Um desses jovens foi Adonis Adoniran, que passou 17 meses como aprendiz. Adonis cursa Educação Física na faculdade Unirb e teve a chance de agregar conhecimento à sua formação ao ter um contato maior com as rotinas administrativas. Além disso, hoje, após o fim do ciclo, o jovem foi contratado como terceirizado para o setor Secretaria de Eventos do Sebrae.

“Foi uma experiência gratificante para mim. Me ajudou bastante a aprender coisas novas. Eu já tinha sido jovem aprendiz de teleatendimento na Polícia Militar e no Sebrae tive a oportunidade de unir a experiência adquirida lá em uma unidade em que tive a sorte de aprender coisas diversificadas, de vários setores diferentes, principalmente na parte administrativa”, afirma.

Já Tiago Danniel, que passou dois anos no programa, alocado na UGF e na parte de contabilidade, reforça que o período em que esteve no Sebrae foi crucial em sua preparação para o mercado de trabalho.

“Foi uma ótima experiência. Essa foi minha primeira chance no mercado de trabalho e foi algo essencial para a minha vida. Daqui, levarei lições que vou carregar pela minha vida inteira. Foi meu primeiro emprego, meu primeiro contato com várias pessoas. Depois desse desafio, tenho certeza que estou mais preparado para trabalhar em outras empresas, muitas portas irão se abrir”, comemora.

Mente aberta para empreender

Além de jovens mais focados no mercado de trabalho, o Programa de Jovem Aprendiz do Sebrae também abre a mente de alguns dos participantes para o empreendedorismo. Uma delas foi Yslane Laís, que já planeja a abertura de um negócio próprio. Para isso, ela já fez cursos de panificação, vai começar um de confeitaria e sonha em fazer uma faculdade de gastronomia no futuro.

“Foi uma experiência maravilhosa, de muitos aprendizados e coisas novas que passamos a conhecer. Agora, quero abrir um negócio próprio, um ponto de lanche. Estou me organizando e me capacitando para isso. Antes de entrar no Sebrae, eu já tinha essa ideia. Aqui, ela só foi fortalecida. Já fiz meus cursos, agora, que venha a faculdade de gastronomia”, frisa.

Outra empreendedora inspirada a partir do programa de Jovem Aprendiz foi Vivia Alencar, que iniciou um negócio de personalizados para festas e bolos. “Aprendi muito com os funcionários do Sebrae, principalmente sobre a parte de finanças, pagamentos e organização de processos. A cada dia que passava aqui, era um aprendizado novo. O Sebrae me influenciou diretamente na decisão que tomei de ser uma microempreendedora individual. Hoje sou formalizada e trabalho nessa área”, conclui.

A analista da Unidade de Gestão de Pessoas do Sebrae Alagoas, Erika Marques, ressaltou a satisfação do Sebrae em poder contribuir com a formação da carreira de novos profissionais no mercado de trabalho.

“A maioria desses jovens teve nesse programa a oportunidade de ter o seu primeiro emprego. Eles chegaram com muita vontade de estar no Sebrae e desenvolver as atividades propostas nas unidades em que eles estavam alocados, bem como na própria UGP. Foi gratificante ver o quanto eles foram responsáveis e comprometidos com o desenvolvimento deles, bem como ver o nascer de um profissional”, finaliza.

Na primeira quinzena de março, três jovens aprendizes irão iniciar o novo ciclo do programa que dura até dois anos.

Atendimento remoto e presencial

Devido ao novo coronavírus, os empresários da pequena empresa podem contar com o atendimento do Sebrae de forma remota e presencial. A equipe do Sebrae está mobilizada para atender as demandas dos empresários, que também podem contar com a estrutura de cursos online e gratuitos do portal EAD Sebrae com mais de 100 opções de cursos, basta acessar https://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/cursosonline.

O empresário pode entrar em contato com a instituição pelos canais remotos e digitais, como o portal sebrae.com.br/alagoas, telegram t.me/sebraealagoas, whatsapp e Telefone 0800 570 0800, chat e e-mail fale.sebrae.com.br, instagram @sebraealagoas, twitter @sebraealagoas, facebook /SebraeAlagoas, youtube @sebraealagoas e o linkedIn Sebrae Alagoas.

Contato para a imprensa:

Assessora de Imprensa do Sebrae Alagoas

Débora de Brito

(82) 99162-5416