Inclusão

Sebrae e AAPPE entregam certificados da capacitação ‘Mãos em Ação’

Cerimônia foi marcada pela inauguração da primeira escola bilíngue para surdos das regiões Norte-Nordeste

Uma das missões que vêm sendo encampadas pelo Sebrae em Alagoas e seus parceiros é garantir que pessoas com deficiência também sejam inseridas no mercado de trabalho. Na última quinta-feira (05), a instituição e a Associação dos Amigos e Pais de Pessoas Especiais (AAPPE) deram um passo significativo nessa direção, ao realizar a cerimônia de encerramento do curso ‘Mãos em Ação: preparando surdos para o mercado de trabalho’, com a entrega dos certificados aos alunos capacitados. O evento foi marcado também pela a inauguração do Instituto Bilíngue de Qualificação e Referência em Surdez (IRES), local da cerimônia.

Na oportunidade, Liza Bádue, gerente adjunta da Unidade de Soluções e Educação Empreendedora (USEE) do Sebrae em Alagoas, destacou que uma instituição que fomenta o empreendedorismo como o Sebrae não poderia deixar de apoiar essa iniciativa.

“Nós entendemos que os surdos precisam ser inseridos no mercado de forma competente e inteligente. Este é só o início de uma parceria que dará muitos frutos para a sociedade como um todo. O nosso propósito é incentivar as empresas a contratar surdos, pois eles também podem trabalhar e desempenhar bem suas funções”, afirmou Liza.

Para Walter Rocha, consultor credenciado ao Sebrae em Alagoas e facilitador da capacitação, foi uma segunda experiência incrível, já que ele também foi o instrutor da turma de Atendimento ao Público para Pessoas com Síndrome de Down. Walter revelou que, durante os dois meses de curso, foram trabalhados conteúdos que fizeram com que os alunos surdos acreditassem, ainda mais, no potencial deles, pois eles são capazes de trabalhar em qualquer empresa.

“O Sebrae está cada vez mais propondo novos desafios e me desafiando também. Pensei que iria ensinar várias coisas, mas aprendi muito mais do que compartilhei. Em cima dessas experiências, eles deram resultados, que foram verbalizados pelos próprios alunos. Era perceptível o entusiasmo, a empolgação deles. O resultado, para esse primeiro momento, foi fantástico. Tenho certeza de que o Sebrae e as instituições não vão parar por aqui, pois nossos alunos mostraram que têm um potencial inigualável e são capazes de ser mais que só repositores de supermercado. Eles podem muito”, defendeu Walter.

Curso Mãos em Ação

Dividido em três turmas (manhã, tarde e noite), o ‘Mãos em Ação’ foi realizado ao longo de oito encontros, cada um deles tratando de um tema específico. O curso é pioneiro no Brasil e teve como proposta preparar pessoas surdas para a inserção no mercado de trabalho, estimulando características como liderança, independência e bom relacionamento com equipes.

De acordo com Michele Bulhões, analista da USEE do Sebrae em Alagoas, a capacitação surgiu de uma parceria do Sebrae com a AAPPE, em que as instituições visualizaram a oportunidade de inserção de mercado para essas pessoas, preparando-as em áreas comportamentais para facilitar a integração com as equipes das empresas que venham disponibilizar as vagas de trabalho.

“Essa capacitação teve como principal objetivo fazer com que os surdos se reconhecessem prontos para o mercado de trabalho. A parceria do Sebrae com a AAPPE é, justamente, para que possamos mostrar para a sociedade que essas pessoas, em sua maioria, têm uma formação, têm uma profissão e precisam apenas de uma oportunidade”, afirmou a analista.

A estudante de Recursos Humanos (RH) Rafaella de Jesus foi uma das participantes do curso. Emocionada, ela não escondeu o sentimento de orgulho em ter feito parte do ‘Mãos em Ação’, e revelou que ficou bastante feliz quando foi convidada para participar da cerimônia de encerramento, e que, sem dúvidas, tem sido uma experiência incrível. 

“Estou bastante emocionada e espero coisas muito boas. Minha expectativa a partir de agora, que me sinto ainda mais capacitada, é atingir uma grandeza dentro do mercado de trabalho. Não poderia deixar de falar sobre o Sebrae e a AAPPE. A gente nunca viu duas instituições se unirem de uma forma tão emocionante como foi nesse curso, em que nós adquirimos muitas experiências, novos comportamentos e muita aprendizagem”, frisou Rafaella.

O IRES

O estado de Alagoas ganhou, nessa quinta-feira (05), o Instituto Bilíngue de Qualificação e Referência em Surdez (IRES), que tem como um dos seus princípios transformar vidas. Essa é a primeira escola do tipo no Norte-Nordeste e a terceira no Brasil, sendo o resultado de um conjunto de ações e projetos em favor da comunidade surda.

Para Iraê Cardoso, presidente da AAPPE, não existiria oportunidade melhor para inaugurar o IRES do que a cerimônia de encerramento do curso ‘Mãos em Ação’. “Hoje é um dia muito especial para mim. Estou muito feliz com o resultado dessa parceria com o Sebrae e tenho certeza de que ela ainda vai gerar muitos frutos. Não existiria momento melhor para que a gente pudesse apresentar o IRES para a sociedade, que é muito mais que uma escola. É um instituto que traz o conceito de transformação, e tudo foi construído especialmente para os alunos surdos”, concluiu Iraê.

O Ires tem auditório, sala de pesquisa para língua de sinais, ilha de edição, onde os surdos poderão filmar experiências e novos projetos, além de uma proposta de avanço tecnológico para compartilhar experiências exitosas com todo o mundo. O instituto fica localizado na Rua Antônio Gomes de Barros, 66, Jatiúca – Maceió. 

Tags: Sebrae, Sebrae em Alagoas, alagoas