Planejamento

Sebrae vai integrar grupo de trabalho no calendário de Turismo e Cultura de Maceió

Ações em conjunto com o trade querem valorizar folguedos como diferencial turístico e, ao mesmo tempo, promover a perpetuação dessas manifestações

O Sebrae em Alagoas passou a integrar, desde a última quinta-feira (21), um grupo de trabalho proposto pela Secretaria Municipal de Turismo (Semtur) e pela Fundação Municipal de Ação Cultural (FMAC), junto com o trade turístico, para trabalhar em conjunto o calendário de eventos na cidade que pode ser aproveitado para impulsionar o destino turístico Maceió, com foco especial no Natal dos Folguedos.

A medida foi tomada em reunião naquela manhã, no Maceió Mar Hotel, onde os órgãos públicos apresentaram o Calendário Turismo e Cultura ao Sebrae e entidades parceiras que compõem o trade. O intuito não é apenas unir essas áreas correlatas para impulsionar a atividade econômica, mas valorizar os folguedos como parte da identidade, cultura e tradição de Maceió, contribuindo para que tais manifestações não desapareçam.

“A economia criativa é um grande segmento da pequena empresa. Associada ao turismo, as duas atividades se potencializam e, principalmente, valorizam o que temos no nosso local, os nossos tesouros. Isso tem um outro ganho, que é o de cidadania, de valorização da terra – uma coisa que não podemos nem estimar o valor, mas que é importantíssima para que a cultura empreendedora avance. Ninguém que tem baixa estima consegue empreender; é preciso se orgulhar do seu produto e da sua capacidade de realização para isso”, provocou Ronaldo Moraes, diretor técnico do Sebrae em Alagoas.

O presidente da FMAC, Vinícius Palmeira, destacou que os eventos culturais geram riqueza ao movimentar cadeias produtivas diversas – direta e indiretamente –, aquecendo a economia. Como exemplo, ele apontou como a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) pode se planejar, diante de um calendário unificado de festas e eventos, para organizar as praças de alimentação ou arenas gastronômicas com seus associados.

“Um foco é o Natal dos Folguedos, pelo sucesso que fez e pelo que provocou no público local e nos turistas. Vamos trabalhar para que este ano seja realizado um mais bonito do que o do ano passado, mas a discussão é bem mais profunda. No caso da cultura popular, temos um caso muito grave, que é a extinção de diversas denominações de folguedos. Então, precisamos ver como atuar nas comunidades e nas escolas para manter essa tradição viva, até como forma de dar suporte ao turismo a longo prazo”, ponderou o presidente da Fmac.

O secretário de Turismo de Maceió, Jair Galvão, apontou como os eventos ajudam na questão da sazonalidade do modelo ‘Sol e Praia’, pois preenchem o ano com realizações que agregam valor à experiência dos visitantes em Maceió: prévias de Carnaval, Festival de Boi Bumbá e de Coco de Roda, Forrock, Forró na Vera, São João com arraiais descentralizados nos bairros, Vamos Subir a Serra, entre outras.

“Nossa ideia é que a gente consiga fortalecer esses eventos para que eles se revertam em mote de vendas para os agentes comerciais e operadores de turismo em todo o Brasil e na América do Sul, mostrando que Maceió, além de belas praias e uma cultura rica e tradicional, tem oferta de eventos que agregam valor à experiência daqueles que nos visitam”, incentivou Jair Galvão.

Também estiveram presentes na reunião a secretária de Comunicação de Maceió, Eliane Aquino, e representantes da Abrasel, Maceió Convention & Visitors Bureau (MC&VB), Associação Brasileira da Indústria dos Hotéis de Alagoas (ABIH-AL) e Associação Brasileira de Agentes de Viagens - Alagoas (ABAV-AL).

 

Tags: Sebrae, Sebrae em Alagoas, alagoas