Alta temporada

Turismo Sol e Praia: Sebrae oferece soluções para pequenos negócios

Empreendimentos de setores como hotelaria, gastronomia e economia criativa estão preparados para receber os visitantes brasileiros e estrangeiros

Alagoas é um destino turístico cada vez mais procurado, sobretudo na alta estação. E não só por brasileiros. Segundo a Infraero, desde o ano passado, o estado teve um crescimento de mais de 300% no desembarque de pessoas de outros países no Aeroporto Zumbi dos Palmares. Além disso, de acordo com a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur), são esperados para 2019 quase 20 mil turistas estrangeiros até o mês de abril, trazendo uma temporada de bons negócios para o trade turístico e, principalmente, aqueles voltados às micro e pequenas empresas.

“Se um hotel ou pousada recebe mais turistas, consequentemente, há mais clientes nos bares e restaurantes, nos receptivos, os artesãos e os vendedores ambulantes comercializam mais, vendem-se mais passeios para outros municípios. Tudo isso é influenciado pelo aumento do turismo”, afirma a analista da Unidade de Comércio e Serviços (UCS) do Sebrae em Alagoas, Amanda Pinto.

Por meio de projetos como o Destinos Turísticos Inteligentes e o de Promoção do Turismo em Alagoas, o Sebrae tem trabalhado para capacitar e fortalecer o setor. “O nosso intuito é levar competitividade e sustentabilidade para os pequenos negócios, promovendo a integração, o acesso a mercados, realizando capacitações na área de gestão, entre outras ações. Em 2018, trabalhamos muito a questão da tecnologia e inovação dos empreendimentos, para que eles apareçam no mundo digital. Muitos deles não tinham sequer redes sociais. Também trabalhamos a questão da experiência turística, pois hoje o turista quer vivenciar o que o nativo vivencia”, explica Amanda.

Outros projetos

O Sebrae em Alagoas também desenvolve outros projetos que beneficiam pequenos negócios que atraem os turistas. Um dos exemplos na área de gastronomia é o Projeto Alimentação Fora do Lar, que beneficia as empresas com ações de acesso a mercado, orientação empresarial, capacitação e consultorias técnica e gerencial. O foco é o desenvolvimento sustentável dessas empresas.

Dentro do Projeto Alimentação Fora do Lar, o Sebrae criou a Central de Negócios com empresários de Food Trucks, em uma iniciativa pioneira no Brasil, que busca facilitar as negociações entre os fornecedores, com melhoria no preço de mercadorias, além da realização de compras em comum. 

O aumento no número de turistas também movimenta a economia criativa do estado. Para este segmento, o Sebrae tem ofertado o Projeto Redes Criativas em Alagoas, que busca aprimorar a gestão de negócios entre empreendedores dos segmentos das artes visuais, arquitetura, design, publicidade, comunicação e música. O objetivo é desenvolver o lado empresarial desse público, por meio do acesso a informações, capacitações e contatos de cooperação para a execução de trabalhos ou prospecção de novos negócios.

Já o projeto Brasil Original prepara os artesãos e unidades produtivas por meio de cursos, palestras e consultorias, com foco na melhoria e criação de novos produtos. As consultorias são para as áreas de design, recursos humanos, associativismo, mercado, gestão financeira, entre outras. Além de tirar as dúvidas, os consultores credenciados do Sebrae auxiliam os empreendedores no desenvolvimento de um plano de ação para cada unidade produtiva.

Tags: Economia criativa, Sebrae, Sebrae em Alagoas, alagoas