Solenidade

Zezinho Nogueira defende Sistema S em discurso de posse

Além do novo presidente do Conselho Deliberativo Estadual, Diretoria Executiva do Sebrae em Alagoas foi reeleita para o quatriênio 2019-2022

A iminência de um corte orçamentário que pode reduzir em até 50% os recursos destinados ao Sistema S deu tom aos discursos na solenidade de posse do conselho e da diretoria do Sebrae em Alagoas para o quadriênio 2019-2022. O evento foi realizado na noite dessa segunda-feira, 14, na sede da instituição, em Maceió. Na presença de autoridades políticas, representantes de diversos segmentos sociais e de colaboradores do Sebrae, o novo presidente do Conselho Deliberativo Estadual (CDE), José da Silva Nogueira Filho, conhecido como “Zezinho Nogueira”, pediu a união entre poder público e iniciativa privada na defesa das entidades do setor produtivo.

“Assumo a presidência do Conselho Deliberativo do Sebrae em Alagoas com o olhar totalmente voltado para a superior causa da microempresa, não pelo porte, mas pelo que representa para a economia brasileira. Sei das graves ameaças que pairam sobre entidades do Sistema S, mas conheço bem o trabalho dessas instituições e não acredito em diminuição de tarefas, sob pena de comprometimento do mais importante trabalho realizado no Brasil, com seriedade e competência. Confio na melhor solução para que o Sistema S continue sua vitoriosa trajetória, realizando trabalhos que dignificam a nação brasileira”, afirmou Nogueira. 

O novo presidente do CDE também apresentou dados do Sebrae em Alagoas como forma de reiterar a importância da instituição para desenvolvimento econômico do estado. Somente em 2018 foram atendidos 21.314 pequenos negócios, com 134 mil horas de consultoria, 1005 cursos, 350 mil informações, 18 caravanas do Sebrae e 30 apoiadas pela entidade, 334 oficinas, 843 palestras e 50 seminários. “São registros que mostram a grandeza da entidade e demonstram o acerto da sua administração em atuar sempre de forma unida, na defesa do segmento das micro e pequenas empresas”, ressaltou.

Tendo como vice o presidente do Sistema Fecomércio, Wilton Malta, o atual vice-presidente da Federação das Indústrias do Estado de Alagoas (FIEA), Zezinho Nogueira, chega à presidência do CDE no lugar do conselheiro Kennedy Calheiros, que em sua gestão, tornou o CDE uma referência nacional em governança corporativa. “Procurei, assim que fui empossado, implementar uma visão técnica para desenvolver um modelo de gestão e estruturar o gabinete da presidência do Conselho, o que permitiu o salto qualitativo. Todas as experiências, aliadas ao incentivo ao debate e ao contraditório, trouxeram ao CDE mais participação, integração e enriquecimento de ideias, ampliando o espaço e amplificando a voz de todas as instituições que tem assento neste colegiado”, enfatizou Kennedy.

A solenidade de posse também foi marcada pela reeleição da Diretoria Executiva do Sebrae em Alagoas para os próximos quatro anos. Na ocasião, Marcos Vieira continua como diretor Superintendente, Roberval Cabral à frente da Diretoria de Administração e Finanças, e Ronaldo Moraes permanece no cargo diretor Técnico. Para Vieira, a oportunidade é de aprimorar ainda mais um trabalho que vem dando resultados expressivos nos últimos anos. Em seu discurso, o superintendente relembrou algumas realizações do último ciclo de gestão, dentre elas, a reengenharia no processo de atendimento. 

“Fomos o primeiro Sebrae do Brasil a implantar uma unidade de relacionamento empresarial e nos tornamos referência para todo o sistema. Hoje, o cliente Sebrae tem a oportunidade de vivenciar uma jornada que nos permite identificar seu nível de maturidade em gestão e oferecer soluções mais adequadas às suas necessidades, cada vez mais tecnológicas, customizadas e adaptadas a um cliente exigente e conectado”, ressaltou. 

Autoridades

Diversas autoridades prestigiaram a solenidade de posse da diretoria do Sebrae em Alagoas e reiteraram a importância da entidade para o desenvolvimento do estado e dos municípios. “O Sebrae é uma ferramenta fundamental para a nossa sociedade. Se você analisa, por exemplo, essas mais de 130 mil horas de consultorias de 2018, não consegue aferir o quanto foram importantes para o desenvolvimento desses pequenos negócios que geram 65% da nossa ocupação. A sociedade precisa do Sebrae e, sobretudo, do Sistema S. Todos nós devemos abraçar essa ideia e defender a importância do sistema”, afirmou o secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo do Estado de Alagoas, Rafael Brito.

O prefeito de Maceió, Rui Palmeira, também enalteceu a importância do Sebrae para o desenvolvimento da capital. “O Sebrae é um dos principais parceiros da Prefeitura e muita coisa boa tem acontecido no município graças a essa parceria. Nós acabamos de entregar o Prêmio Inovação em Economia Circular, que destina R$ 200 mil reais para iniciativas sustentáveis, e o Sebrae é quem vai prestar consultoria aos vencedores para tornar esses projetos realidade. Também reduzimos a burocracia do município, para o micro e pequeno empreendedor, graças a um trabalho desenvolvido com o Sebrae. Tudo isso é muito positivo para a cidade e a gente espera continuar com novas e futuras parcerias”, avalia.

 

Tags: Sebrae em Alagoas, alagoas, Conselho Deliberativo Estadual, Diretoria do Sebrae, Sebrae